Foto – Dalton Yatabe

Livro inédito sobre o Circo Teatro Palombar reflete sobre a arte da periferia que transforma vidas

O livro narra a trajetória de mais de uma década do grupo desde a origem na Cidade Tiradentes, até a consolidação de uma produção artística emblemática no circo brasileiro. Será realizado um bate papo sobre esta produção com apresentação de “Esquadrão Bombelhaço” no SESC Vila Mariana, e lançamento oficial do livro na Zona Leste.

Por Circo Teatro Palombar

Com apoio do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, o Circo Teatro Palombar (@circopalombar) promove o lançamento do livro “Circo Teatro Palombar: somos periferia; potência criativa!”, escrito por Adailtom Alves Teixeira e publicado pela Editora FALA.

O livro narra a trajetória do Circo Teatro Palombar desde sua origem, em Cidade Tiradentes, Zona Leste de São Paulo, até a consolidação de uma produção artística ininterrupta e de um forte compromisso com seu território, destacando sua a rica produção que inclui espetáculos, ações de formação e projetos diversos, que democratizam o acesso à linguagem circense e transformam vidas. 
Mais do que um registro histórico, a obra é uma reflexão sobre o fazer artístico na periferia e as possibilidades de transformação social através da arte, convidando o leitor a pensar sobre o papel da arte na construção de uma sociedade mais justa e inclusiva. A publicação contribui também para a história dos teatros de grupo em São Paulo e evidencia a capacidade inventiva e a força transformadora dos grupos periféricos.


No dia 08 de junho (sábado), o grupo promove um evento especial de lançamento, com apresentação do espetáculo “Esquadrão Bombelhaço”, às 15h, e mesa de debate às 16h, com participação de Adriano Paes Mauriz (Palombar), do jornalista Valmir Santos, e mediação de Marília Mattos, no Sesc Vila Mariana.

O “Esquadrão Bombelhaço” é um espetáculo infantil emblemático em sua trajetória, que é baseado em desenhos animados e não possui falas. Misturando acrobacias cômicas e aéreas, através do equipamento pizza, o espetáculo materializa a sua narrativa através de elementos cômicos como: cascatas, quedas, tombos, pontapés e tropeções, além de malabarismos e manipulação de objetos.

Na apresentação, um batalhão de palhaços bombeiros corre para salvar um gatinho preso em cima de um muro. Um carro entra em alta velocidade com o esquadrão e seus equipamentos de combate ao fogo. A tropa atrapalhada inicia os procedimentos de salvamento entre trombadas, tropeços, saltos na pizza e bofetões. 

O lançamento em seu próprio território acontece em 09 de junho (domingo), às 11h, seguido da apresentação da “Mostra de Criação de Cenas com Banda Palombar” no Centro Cultural Arte em Construção, em Cidade Tiradentes, Zona Leste de São Paulo, em um evento aberto para a comunidade que acolhe o grupo há 12 anos. A apresentação traz o resultado dos estudos de corpo, canto, composição musical e dramaturgia realizados com apoio do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.

Sobre o livro “Circo Teatro Palombar: somos periferia; potência criativa!”

Para a concepção desta obra, o Circo Teatro Palombar convidou o pesquisador Adaitom Alves Teixeira, que é Doutor pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e atualmente leciona no Departamento de Artes da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Além do extenso currículo acadêmico, Adailton contribuiu efetivamente com diversos grupos e espetáculos de rua do país, incluindo o Palombar.

A publicação apresenta a trajetória do Circo Teatro Palombar como um exemplo inspirador de como a criatividade e a persistência podem superar obstáculos e construir um futuro melhor para todas as pessoas.

“Costurando informações históricas, o livro apresenta de forma divertida os alicerces do projeto, suas inspirações, e o envolvimento de colaboradores e toda a gente com espírito de criança que sonhou junto”, comentam os integrantes do Palombar. 

Com impressão colorida e formato de 24cm (altura) por 16cm (largura), a publicação tem conteúdos textuais e imagéticos que transmitem dinamismo e fluidez na leitura, e fotografias que mostram a cronologia do grupo. As ilustrações são do artista Marquetto, que se inspirou em cartazes clássicos do circo para a construção de um projeto alegre com elementos vitais do ambiente circense. A distribuição do livro será gratuita.

Sobre o Circo Teatro Palombar

Com 12 anos de trajetória, o Circo Teatro Palombar foi a 1° companhia de circo da Zona Leste de São Paulo a realizar uma viagem internacional difundindo a sua arte. Seu nome “palombar” vem do ato de arrematar com cordas as costuras dos panos que cobriam o circo, com o intuito de reforçá-las. Uma tarefa que muitas vezes era feita de forma coletiva, por todos os familiares e artistas que viviam no circo.

Formado por doze integrantes, o grupo valoriza o trabalho cooperativo e a pesquisa continuada em múltiplas linguagens, tendo como característica a criação de poéticas periféricas de forma muito peculiar. Ao se tornar um espaço de desenvolvimento de seus jovens integrantes como artistas da periferia, que transformaram suas vivências em potência criativa, o coletivo criou uma maneira própria de fazer circo contemporâneo no Brasil.

Ocupando o Centro Cultural Arte em Construção, em Cidade Tiradentes, o grupo regularmente ministra aulas gratuitas de circo e teatro para crianças e jovens, além de promover apresentações de grupos parceiros, buscando difundir a arte circense na comunidade de forma ampla e democrática. 

Informações: www.facebook.com/Circo.Palombar e www.instagram.com/circopalombar

SERVIÇO: Lançamento do livro “Circo Teatro Palombar: somos periferia; potência criativa!”

Classificação Livre – Grátis

Dia 08 de junho de 2024 (sábado) – Onde: Sesc Vila Mariana – R. Pelotas, 141 – Vila Mariana, São Paulo – SP

Horário: 15h – Apresentação do Espetáculo “Esquadrão Bombelhaço” – Duração: 50 minutos

Horário: 16h – Mesa de Debate com Adriano Paes Mauriz, Valmir Santos e mediação de Marília Mattos

Adriano Paes Mauriz – Integrante do Circo Teatro Palombar, ator fundador do Pombas Urbanas, um dos coordenadores do Centro Cultural Arte em Construção. Dirigiu e escreveu espetáculos dos grupos em que atua e foi representante do Movimento dos Pontos de Cultura do Estado de São Paulo na Comissão Nacional dos Pontos de Cultura, recebendo o prêmio Tuxaua do MINC por sua atuação.

Valmir Santos – Mestre e Doutorando pelo Programa de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, e especialista em Jornalismo Cultural pela PUC de São Paulo. Bacharel em Comunicação Social, habilitação Jornalismo, pela Universidade de Mogi das Cruzes. Repórter e crítico de teatro, escreveu em veículos como Folha de S.Paulo, Valor Econômico, Bravo! e O Diário de Mogi.

Marília Mattos – Integrante do grupo Mano a Mana, atleta de Ginástica Artística, concluiu licenciatura e bacharelado em Dança. Trabalhou com a Cia K, Irmãos Sabatino, Cia Porto Louco, e Cia La Mala. Idealizou e criou o Espaço Escola Arena de Artes, com cursos livres e projetos artístico pedagógicos e de formação de 2014 a 2018. Em 2019 se torna Mestra pela UNICAMP, com uma pesquisa sobre o Circo Social.

Dia 09 de junho de 2024 (domingo) – Onde: Centro Cultural Arte em Construção – Av. dos Metalúrgicos, 2100 – Cidade Tiradentes, São Paulo – SP

Horário: 10h – Recepção, Brunch e Lançamento do livro “Circo Teatro Palombar: somos periferia; potência criativa!”

Horário: 11:00h – Apresentação da Mostra de Processo “Mostra de Criação de Cenas com Banda Palombar” – Duração: 40 minutos

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *