Adolescentes conversam com a Governadora do RN e delegados, durante a Conferência Estadual DCA


Gustavo Augusto entrevista Governadora do RN - foto: Saul Cabral, 16 anos

Primeiro dia de Conferência DCA no RN, 14/05, é dia de expectativa, de primeiras impressões e desejos. Conversamos com delegados, além de uma exclusiva com a Governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, a respeito dessas ideias.

O que a achou deste evento?

Governadora: Eu acho esse evento maravilhoso, principalmente pela presença da juventude.  Quando começaram as primeiras conferências que eu participei, não tinham os jovens participando, então se a conferência é para as crianças e para os adolescentes, ninguém melhor do que eles mesmos para dizer realmente quais são as suas carências, as necessidades, trazer ideias. Muitas vezes a gente pensa, nós que somos pais, que vamos chegar e atrair mais os jovens, por exemplo , para uma política pública de combate as drogas, mas eles talvez possam achar que o caminho seja exatamente d e outra forma que eles entendem melhor. Eu acho fundamental a participação da juventude.

Para a senhora qual a importância desse grupo de educomunicação?

Governadora: Esse grupo é que vai fazer com que a Conferência não fique restrita a este espaço e aos conselheiros que aqui vinheram. Com a comunicação feita pelo Canal Futura e pelos jovens que vão estar aqui interagindo, acompanhando tudo, com certeza , nós vamos ter a oportunidade, não somente de mostrar ao mundo, por que hoje quando você colocar uma informação na internet, você já mostra ao mundo, ao Brasil e ao Rio Grande do Norte tudo o que está acontecendo, os debates. E também será uma forma de que as pessoas possam mandar sugestões e ideias.

Agora, para os delegados: Qual é a sua visão sobre o Conselho Estadual do Direito da Criança e do Adolescente?

Marcelo Henrique, 13 anos, da cidade de Jucurutu: É um órgão paritário que traz no nome e em suas ações a segurança. Não chega a todos, pois seria até um exagero afirmar isso. Mas proporciona a cada criança e adolescente que é tocado por ele a esperança de um amanhã e um para sempre seguro.

O que você tem a dizer a respeito sobre os direitos das crianças e adolescentes?

Juciara Martins, 17 anos, também de Jucurutu: São muitos, mas não tão abrangentes, pois quem os restringe às crianças e adolescentes não é ninguém menos que a própria sociedade, não a sociedade em geral, mas de um certo modo parte dela, por meio das omissões de seus atos ou até incentivando os violações.

Por Gustavo Augusto Silva, 14 anos e Jadson Batista, 14 anos, foto por Saul Cabral, 16 anos, da Cobertura Educomunicativa.

Saiba mais:

O que é 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente?

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *