Edital aberto: Vira abre inscrições para seu programa de voluntariado na área administrativa

viralindos

Ponto G: Para garantir a igualdade entre gêneros na linguagem deste documento, onde se lê “o voluntário” ou “os voluntários”, leia-se também “a voluntária” ou “as voluntárias”, assim como outros substantivos com a variação de masculino e feminino.

A Viração Educomunicação sempre acreditou na importância do voluntariado para o desenvolvimento de suas ações e seus projetos, seja presencialmente seja à distância. De acordo com seu Regimento Interno, a Viração “aceitará a prestação de serviços voluntários, não remunerados, de acordo com suas demandas, necessidades e conforme dispõe a lei do Voluntariado n.º 9.608/1998”.

 O Programa de Voluntariado na Viração pretende:

a) Contribuir, de forma competente e eficaz, para o bom funcionamento de todas as atividades realizadas pela instituição no âmbito organizacional e educativo;

b) Fortalecer o quadro de profissionais que atuam na organização, presenciamente ou à distância;

c) Oferecer oportunidade de crescimento humano e profissional para o voluntário;

d) Contribuir para a consolidação da cultura do voluntariado, como expressão de uma ética de solidariedade e responsabilidade social.

 Requisitos:

– Idade mínima de 18 anos;

– Disponibilidade de, no mínimo, 4 (quatro) horas semanais;

– Responsabilidade e compromisso assumido com a Viração Educomunicação;

– Compromisso e conhecimento da Declaração dos Direitos Humanos, Convenção dos Direitos da Criança, Estatuto da Criança e do Adolescente e Estatuto da Juventude;

– Comprometimento com os princípios e valores da Viração Educomunicação;

– Organização, pontualidade e abertura para novos aprendizados.

 Atividades previstas:

–       Apoio à área administrativa na compilação e no acompanhamento de documentos contábeis e administrativos; podendo incluir serviços externos;

–       Participação em atividades de planejamento e monitoramento administrativo e financeiro da organização junto com a equipe de mobilização de recursos.

Termo de Adesão:

O serviço voluntário na Viração será exercido mediante a celebração de termo de adesão entre a organização e o colaborador voluntário constando, necessariamente, os detalhes das atividades a serem desenvolvidas na sede bem como o período da atividade. Tal documento será assinado pelo colaborador voluntário e representante legal da Viração Educomunicação.

Ressarcimento de despesas:

O colaborador voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas de transporte, refeição e outras que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias.

Certificado:

Ao término do período de voluntariado, a Viração Educomunicação concederá ao voluntário um Certificado comprovando o número de horas e os serviços prestados e com a assinatura do representante legal da organização.

 Local do voluntariado:

Sede Viração, na Rua Dr. Bitencourt Rodrigues, 88, Conj. 102, próximo à Estação Sé do metrô.

Como se inscrever:

Os interessados na vaga devem enviar currículo e carta de motivação respondendo à pergunta: “Por que quero ser voluntário na Viração?” até dia 30 de novembro de 2014, mencionando a sigla “Edital_VOLUNTARIO_2014” no assunto da mensagem, para o e-mail:redacao@viracao.org

Sobre a Viração Educomunicação

Viração Educomunicação é uma entidade da sociedade civil organizada, sem fins lucrativos que atua no campo da comunicação, educação e mobilização social entre adolescentes, jovens e educadores. Criada em março de 2003, Viração impactou na vida de milhões de pessoas no Brasil e no exterior, seja por meio da Revista Viração ou por meio de mais de 50 projetos especiais desenvolvidos ao longo de 11 anos. Recebe apoio institucional do UNICEF, UNESCO e Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo.

Viração possui como missão: fomentar e divulgar processos e práticas de educomunicação e mobilização entre jovens, adolescentes e educadores para a efetivação do direito humano à comunicação e para a transformação socioambiental. E como visão de futuro: tornar-se uma organização de educomunicação com incidência política nas juventudes e adolescências e inspiradora para pessoas e grupos de todo mundo.

A base desta visão é o entendimento de que o adolescente é um sujeito de direitos que precisa ser considerado em sua condição peculiar de pessoa em desenvolvimento, com potencialidades e vulnerabilidades específicas, e que representa, ao mesmo tempo, uma grande oportunidade de desenvolvimento para sua família, comunidade, escola, governo e para si próprios. Além de trabalhar para o desenvolvimento integral dos adolescentes, Viração também atua na implementação de uma comunicação integral e integradora, não entendida apenas sob o ponto de vista tecnológico e instrumental.

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *